fbpx

Passaporte edição 2




O Brasil ainda nem havia nascido e ela já estava lá, cobrindo toda a nossa costa, de norte a sul. Os povos que aqui habitavam sabiam da importância da floresta para a sua sobrevivência, mas a colonização que se seguiu impôs, ao longo dos séculos, a consequente abertura de trilhas que ajudaram a edificar as cidades.

Mas a mata e o cerrado resistiram. E ainda resistem, graças à nossa preocupação em preservar e aumentar nossa cobertura vegetal. O Estado de São Paulo é o campeão de preservação da Mata Atlântica.

Nossa mais importante missão é manter intacta sua exuberância e biodiversidade. Em todas elas existem trilhas que nos remetem àquele Brasil distante. Visitá-las é uma questão de atitude, de mochila nas costas e pé na estrada.

Para tanto, a Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo elaborou o novo Passaporte para as Trilhas de São Paulo.

Cenários inesquecíveis aguardam por você

São 22 trilhas, localizadas em 18 Áreas Naturais Protegidas, para atender os mais diversos públicos e permitir que todos tenham acesso às áreas preservadas, caminhos abertos por colonizadores, ambientes marinhos, corredeira, cachoeiras e praias.

Um programa para todos

Não importa a idade ou a condição física. Qualquer pessoa pode, e deve conhecer as Trilhas de São Paulo. As trilhas podem ser frequentadas por famílias com crianças, amantes do turismo de aventura que buscam maiores desafios, ou mesmo por aqueles que só querem uma oportunidade de contemplar a natureza de perto e fugir do estresse da cidade grande. Há, inclusive, trilhas adaptadas para pessoas com dificuldade de locomoção.

22 trilhas, em 18 destinos do Estado de São Paulo

Na capital, no interior e no litoral. As 22 trilhas estão distribuídas em 18 Áreas Naturais Protegidas, em 20 cidades diferentes. Com certeza há trilhas que se encaixam perfeitamente no seu perfil! Monte o seu roteiro, arrume a sua mochila e aproveite os benefícios que só a natureza pode lhe proporcionar.

Seja um conhecedor das Trilhas de São Paulo e ajude na conservação as áreas protegidas do Estado e no desenvolvimento sustentável das comunidades que vivem no entorno dessas regiões.

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES

 

Fonte do texto: Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente

Fonte da imagem: Pixabay

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *